Pacotes VIP, serviços premium, oferta de concierge e private banking no Brasil

Tudo sobre o Private Banking

Os serviços bancários são direcionados para diferentes grupos de clientes - jovens, estudantes, empresários, idosos, ou, acima de tudo, para os ricos. Este último grupo de clientes tem accesso para os serviços de Private Banking. Qual banco irá oferecer esses serviços aos seus clientes "especiais" e como estes serviços são diferentes da oferta bancária de padrão?

Private Banking explicado

O conceito de Private Banking foi retirado do idioma Inglês ea tradução geral seria de “bancário exclusivo”. De acordo com a terminologia de mundo financeiro, o Private Banking significa serviços financeiros e não financeiros, completes e individualizados, apenas para os clientes. Bancos só determinam quais clientes são considerados como "ricos" e tem acesso aos serviços de Private Banking, sob medida para necessidades e expectativas individuais deles.

Mais freqüentemente, private banking é acessível para as pessoas que têm um grande capital. O alto valor de activos financeiros é uma questão relativa. Clientes ricos são referidos frequentemente como "indivíduos de alta renda", em abreviatura HNWI (de Inglês High Net Worth Individuals). Cada banco pode determinar seus próprios critérios para determiner disponibilidade dos serviços de Private Banking para os clients, qui - em caso de aceitação - seram incluídos na prioritaria lista elitista dos clientes VIP.

No mundo é de apenas US $ 1 milhão em ativos financeiros, que um cliente pode ser elegível para os serviços de Private Banking. Nos Estados Unidos clients precisam atender os requisitos muito elevados para ser considerado um VIP dos serviços bancários. No caso do Goldman Sachs o valor dos ativos tem que ultrapassar US$ 25 milhões, e no JPMorgan Private Bank - $ 10 milhões. Para efeito de comparação, na Europa um cliente VIP do Barclays Private Bank na Inglaterra pode ser uma pessoa com uma quota de só 500 libras (apenas R$ 2 mil!).

Características de Private Banking

O individualismo é a característica principal dos serviços prestados no âmbito de Private Banking. Para cada cliente pertencente como um VIP, um banco aproxima individualmente, levando em conta as necessidades e expectativas de situação financeira atual. Os serviços de atendimento ao cliente de Private Banking não são apenas sobre o encontro dos requisitos normais, realizados através de vários canais de comunicação, mas foram concebidos para ultrapassar a estrutura rígida dos serviços bancários. Um conselheiro individual do cliente desenvolve uma estratégia de longo prazo para a gestão de ativos, qui pode ser atualizado à medida que surjam circunstâncias especificas.

O contato pessoal entre o cliente e o funcionário do banco bem como manter relacionamentos positivos são outras características de Private Banking. O conselheiro seleciona a oferta completa, adaptada para necessidades do cliente, e entra em contato com ele da forma mais conveniente. Obviamente, a oferta para clientes VIP esta diferente do padrão apresentado aos outros clientes do banco.

Oferta de Private Banking não necessariamente refere-se apenas aos produtos e serviços financeiros - ela também pode aplicar-se aos operações de mercados não-financeiros. Por exemplo, através do Private Banking podemos investir em imóveis e investimentos alternativos (arte, vinho). O conselheiro financeiro torna-se em um consultor de investimentos, contador ou jurista.

Clientes de private banking podem desfrutar de muitos privilégios. Eles são atendidos em salas ou escritórios separados e especialmente projetados, por os gerentes mais profissionais e experientes. Os programas de Private Banking também oferecem vários serviços adicionais, tal como assistencia de concierge – uma pessoa auxiliando na execução de todas as necessidades dos clientes.

Quanto você é pago para ser um cliente de private banking no Brasil?

Em nosso país, devido a uma distribuição de renda desigual, as exigências dos bancos para serviços de Private Banking são mais altos do que no exterior. Ativos financeiros desde que estamos a lidar com clientes ricos são criados a partir de R$ 2 milhões, frequentemente exige-se mais do que isso . O que é importante, os bancos indicam que o cliente deve ter tais medidas na conta - ao contrário do que muitos podem acreditar, a propriedade de uma imobiliária cara ou alta renda mensal não determinam o status VIP e o acesso a Private Banking.