Dicas básicas sobre credito imobiliário e financiamento de casa

Como funciona um credito imobiliário?

A compra de imóveis freqüentemente requer que se obtenha um financiamento externo, o que para maioria de nós significaria pedir um credito imobiliário no banco. O que é e como funciona exatamente este serviço financeiro comum?

O termo

Credito imobiliário é um empréstimo bancário de longo prazo, que é característico de ter garantia de reembolso de passivos sob a forma de hipoteca constituída no imóvel. Em outras palavras, o banco tem direito a assumir controle de um imóvel no caso de falta de pagamento dos juros predeterminados. Este tipo de empréstimo é o mais comum no caso de compra ou construção de imóveis residenciais, mas também pode ser utilizado no case de compra de lotes, construção de escritórios, armazéns e etc.

Proteção de hipoteca

A hipoteca sobre o imóvel significa, que o imóvel é uma garantia para o credito imobiliário. No caso de falência do tomador do credito, o banco vai ter direito para assumir a casa, vender-la no mercado e guardar montante do dinheiro faltando reembolsar um empréstimo. Este tipo de seguro foi criado para a compra de qualquer tipo de imóvel residencial (apartamentos, casas, granjas, casas de praia, etc.). Este tipo de credito pode ser também destinado à construção, desenvolvimento ou renovação de um imóvel residencial, que já esta propriedade do tomador de crédito. O que é importante, que o mutuário é obrigado a gastar o dinheiro de acordo com o plano de financiamento - o dinheiro não deve ser gasto em outras coisas do que o acordado com o banco.

Lançamento do crédito

O empréstimo de hipoteca pode ser pago integralmente, na conta do vendedor da propriedade, em forma de transferência bancaria ou o banco pode decidir a pagar o empréstimo em parcelas. A última opção ocorre particularmente no caso de construção do imóvel ainda ser em curso, de acordo com um cronograma de pagamento predeterminado.

Garantia do empréstimo

Como já foi mencionado, a garantia principal no caso de credito imobiliário é uma hipoteca sobre um imóvel residencial, mas também são usados e outro tipo de proteção, incluindo:

• Numerosos seguros, incluindo seguro de vida, seguro de propriedade, seguro de desemprego, etc.,

• Fiadores,

• Nota promissória „em branco”,

• A garantia de terceiros,

• Cessão de conta bancária.

Tem que ser lembrado a fim de obter um credito imobiliário, o tomador de empréstimo tem de ter à disposição dele um valor inicial calculado como percentual do valor imobiliário. Sem esse pagamento inicial, nenhum banco vai estar disposto a abrir uma linha de crédito. Enquanto no mundo esse valor poderia ser tão pequeno como 5% do custo total do crédito, no Brasil é raro ver os bancos fornecendo dinheiro para os clientes que têm menos de 20-30% do valor do imóvel. O valor do pagamento inicial difere de uma instituição financeira para outra.

Custo do crédito

O principal custo do crédito imobiliário é a taxa de juros, que é calculado de acordo com as taxas de juros do banco central atuais. Estes não são os únicos custos de crédito a serem suportados pelo mutuário. Além dessas taxas cobrem os custos para a adesão ao crédito, os custos da hipoteca, seguros e outras garantias e custos notariais relacionados com a aquisição de imóveis. Em cima de tudo isso, alguns bancos adicionar uma taxa fixa adicional, que - felizmente - raramente ultrapassa R$ 25 por mês.